O Troféu Arte Em Movimento é uma premiação brasileira independente, dada aos melhores do país em todas as modalidades de Arte, que foi criado na cidade de Diadema, por José Pereira, o conhecido e famoso Zep, em 2015.

José Pereira

Este prêmio, agora em sua 5ª Edição, no ano de 2019, tornou-se um sucesso internacional, sim, rompendo as barreiras das fronteiras e indo mais longe que o Brasil. No ano passado, em 2018, foram 803 premiados, com solenidades em 8 cidades brasileiras: Rio de Janeiro, Belém, Diadema, Mogi Guaçu, Guarulhos, São Bernardo dos Campos, Brasília e Porto Alegre, sendo que 4 prêmios foram enviados para serem entregues na Itália.

O Brasil acabou de finalizar em fevereiro uma nova minissérie, da TV Nova Web Music, em uma co-produção entre Brasil e Angola, que promete revolucionar a maneira de produção, roteiro e a interação na atuação dos personagens. Iniciadas no Brasil, as gravações terminaram em Angola, em março/2019, para que em maio, a minissérie possa já está no ar nas principais TVs do mundo.

No Brasil, quem dirigiu a produção foi Aline Melo, sob o apoio do produtor Faísca,  que trabalha há 18 na Rede Globo. No apoio de elenco, contamos com a ajuda do ator, cantor e apresentador Patrick Ferreira. Já em Angola, a direção fica a cargo do diretor Camoma, conhecido pela sua famosa Revista Kiaxi. Eu recomendo aos leitores conhecerem esta revista que é de fato maravilhosa, um feito cultural.

No elenco mirim brasileiro desta minissérie temos a atriz, modelo e Miss mirim Rio de Janeiro Thalia Melo, de 4 anos.  Essa pequena atriz carioca ganhou o troféu Arte em Movimento de 2018 e foi indicada novamente ao prêmio em 2019. Ela fez aulas de teatro no Projeto Social Maré Latina, localizado no bairro da Maré. Quando tinha apenas 5 meses já participava como modelo fotográfica de livros de contos infantis, escrito por sua mãe e escritora Aline Melo. Com um ano recebeu o Prêmio de Ação Local da Prefeitura do Rio de Janeiro, por este trabalho. Como modelo já desfilou no Paraguai e Argentina e tem viagem marcada para desfilar na Itália, na cidade de Brescia, convidada pela jornalista Sandra Bandeira Nolli.

Além de Thalia Melo, também está indicado ao prêmio da Arte em Movimento, em sua 5ª Edição, o jovem ator angolano Ricardo Cardoso. Ele fez parte do grupo de atores que integrou o elenco da minissérie Latinidade, um grupo formado por jovens talentosos como o citado ator, modelo, escritor e poeta Imanuel Ricardo Cardoso, de 28 anos, nascido em Luanda.


Ricardo Cardoso

A minissérie Latinidade conta a história da formação musical de uma banda infantil e juvenil internacional, que se interagem musicalmente através da internet, para futuramente formar um único grupo musical. Imagino que vai ser maravilhosa esta minissérie e mal posso esperar para ver. Agora é esperar para assistir e também a premiação do Arte em Movimento que será em setembo de 2019.

Sobre a autora:

Mestre em Teoria Literária (1997 – UNICAMP); doutora em LETRAS (2005 – UFBA). Pesquisadora e coordenadora do NEGA – Núcleo de Estudos de Gênero na Amazônia (UFAC); revisora, antologista, tradutora e blogueira, membro da Academia Acreana de Letras, desde 2011. Páginas no Facebook: Academia Acreana de Letras, Comunidade das Letras Notívagas e Doramalândia. Livros publicados: Motivos de Mulher na Amazônia (2007); Vozes Femininas da Floresta (2009) e Cartilha de Gênero e Raça (2018) e participação em 02 Antologias da Editora Oito e Meio; 07 Antologias da Editora Illuminari e 08 da Editora RICO.