Real Gabinete Português

Fui apresentada ao paraíso pela minha querida amiga Roxane Norris. O marido dela vivia dizendo que eu tinha que conhecer este lugar maravilhoso, mas por essas coisas do destino, acabou demorando. Mas a espera valeu muito a pena!

20624351_10210150128765236_774178568_n
Localizada na Rua Luís de Camões, no Centro do Rio de Janeiro, devo dizer que é um dos lugares mais espetaculares que já conheci em toda a minha vida. Com uma arquitetura de tirar o fôlego e alguns milhares de livros que alguns anos, os apaixonados por livros sentem vontade de ficar ali todos os dias, e, de preferência, nunca mais sair.

20614505_10210150128845238_939019532_n
Olha que coisa mais louca! Em 1837, 43 emigrantes portugueses pensaram assim “precisamos de uma biblioteca maneira e um lugar pra gente deixar a galera mais espertinha”. Nascia assim o embrião do Real Gabinete Português. A maioria deles era comerciante da praça e o primeiro presidente da instituição foi o advogado e jornalista José Marcelino Rocha Cabral. Resumindo, eles criaram um “gabinete de leitura”. Nome pomposo, não? Quero um na minha casa…

20624250_10210150128965241_831226669_n
Em 1900 ele se tornou uma biblioteca pública, e qualquer um do povo podia ter acesso aos livros. Fico imaginando que sensação deliciosa deveria ser naquela época pegar aqueles livrões enormes, de não sei quantas páginas. Eu bi no acervo uma enciclopédia que ela, sozinha, deve ter uns 100 livros. É mole? Para vocês terem uma ideia das raridades que eles possuem no acervo, em 1935, o governo português concedeu ao Real Gabinete o benefício de receber de todos os editores portugueses um exemplar das obras que por eles eram impressas! Tem várias pérolas!

20624100_10210150128805237_1422252384_n
Para ser muito honesta, a primeira coisa que me veio à cabeça quando entrei lá pela primeira vez foi que eu estava entrando na Biblioteca de Hogwarts. É muito lindo, enorme, com escadas que parecem mágicas e livros e mais livros!

20614824_10210150129245248_2124460365_n
Vale a pena conferir!