humbert

Por Humberto Lima

A palavra Bibliofilia vem do grego: biblion, livro, e philia, amor e pode ser considerada como a arte de se colecionar livros e amar lê-los com frequência. Nas palavras de João José Alves Dias, historiador português, o bibliófilo é “aquele que ama os livros”.

Pegar um livro na mão é um ato físico que nos dá muito prazer. A leitura não é apenas psicológica, ela envolve toda em uma série de sensações que chegam a extrapolar a barreira de nossa mente.

Se você ler alguma coisa em um lugar desconfortável – por mais que a leitura seja agradável – acaba afetando a sua impressão final do que foi lido.

Mas quando você lê, entra um estado de imersão como se saísse do próprio corpo e invadisse o domínio das páginas. Outros e variados mundos sem fim.

E lá dentro, você sente prazer.

E este chega quase a ser carnal. O suor te escorre em alguns trechos do livro e você derrete, em outras passagens ocorre o oposto e você congela e isso muitas vezes com poucas páginas de diferença.

Os olhos arregalados, as mãos tremulas e os lábios mordidos naquele trecho? Sim! Aquele trecho que você nunca mais vai esquecer!

Um livro deve nos envolver, nos tirar do chão. Deve nos surpreender positivamente. Se não for para amar, eu nem quero!

Algumas leituras chegam a ser excitantes e não estamos falando do gênero Hot. Você se pega imaginando aquele personagem ou você pensa naquela donzela em perigo!

Ui, que loucura!

Ao final de um bom livro chegamos a ter orgasmos literários e sentimos raiva de alguns autores, que nos beijam a boca com suas frases e aí termina e ficamos olhando para aquela temida palavra: fim!

O que não pode ocorrer é ler um livro que nos broxa, ou seja, que não nos dá palpitação de emoção! Gente, na boa, se é para trair, vamos trair livros ruins!

Morno não quero nem cerveja e nem café!

Se não for para ter prazer, não pega! Ei, estou falando do livro! Também…

Tenha tesão pela leitura, porque, do contrário, a vida é apenas um interminável corredor cinza!

Pense nisso: pensar enlouquece.

WhatsApp Image 2019-02-02 at 18.38.36Humberto Lima é professor de Geografia e observador do mundo. Reside em São Paulo, capital na região da Zona Leste, tem um filho de 23 anos. Apaixonado por terror em filmes, seriados e livros. Amante de mitologia e estudante em tempo integral com áreas de interesse que abrangem do sobrenatural ao banal, do erudito ao pop. Participa em mais de 25 antologias em editoras diversas.