unnamed

Para quem adora uma boa história de aventura e fantasia, o livro de Daniel Jahchan é a indicação perfeita.

Em um mundo cheio de criaturas míticas e muitos perigos, Guerra das raças traz uma história aventuresca que conquista o leitor do começo ao fim. Com uma escrita bem elaborada e instigante, o autor consegue fisgar quem lê com sua narrativa fascinante.

Na trama, séculos se passaram desde a queda dos donmen. Com eles, a Ordem Igualitária das Raças foi destruída. Durante seis séculos, humanos, elfos, orcs e anões são apenas soldados mergulhados na maior guerra da história. Todos peões no conflito entre os angeli e daemon pelo poder.

Daemon são criaturas horríveis. Em alguns casos, é difícil até de entender o que dizem. Eles não têm uma forma definida, podem se parecer com anões, humanos e até mesmo com animais. Dizem que os daemon vieram do próprio inferno. Assim como esses seres caídos, os mais poderosos Angeli tinham habilidades sobrenaturais, como telecinese e telepatia. Sabem falar diversas línguas e tem a mesma sede por sangue que os daemon. Só que eram mais espertos, pois, antes de matar sempre torturavam o inimigo para obter dele alguma informação.

Na guerra, a única coisa que importa é o lado pelo qual se luta. Um casal de irmãos, aos poucos, vai descobrindo a verdade sobre sua origem quando são guiados por um ser mágico, que todos acreditavam estar extinto. Será que eles serão capazes de unir as raças novamente para contra-atacar aqueles que os oprimiram durante séculos?

Com uma uma premissa atraente e personagens cativantes, Guerra das Raças – A caça aos desertores garante uma ótima leitura.